Raiz Cultura blog!

Raiz Cultura blog! ajuda a resgatar a cultura de raiz e a ancestralidade do nosso povo!

Arquivo de banhos religiosos

Cultura Umbandista.

Toda a pessoa que escuta es­ta frase: “Você tem que vestir bran­co, e precisa de­sen­volver a sua mediuni­dade”.  Pronto! Aí vem o medo e ao mesmo tempo a ansiedade, imagi­nando-se vestido de branco e já incorporando “seus guias”, ele julga que após poucas semanas já estará apto a “trabalhar” dando  “consulta”… Será que é só colocar o médium “novo” no meio da gira e girar?  Ou será que ele precisa primeiro de atenção, carinho, ajuda e esclareci­mento neste mo­mento único e delicado de transição dos seus valores reli­gio­sos, e principalmente de doutrina, acres­cido de tempo e humildade de ambos os lados, seja do dirigente para com o filho pequeno (que nasce para a espiritua­lidade) e precisa ser cuidado com amor. Ou por parte do filho que precisa de conhecimento e isto só é con­seguido através do estudo, movido pela paciên­cia, humildade e fé, pois só assim con­seguirá de fato ser um filho de fé da Umbanda Sagrada.  Como as giras de desenvolvimento fazem parte deste processo mediúnico comentarei sobre os recursos rituais: atabaques, cantos, defumações, dan­ças, roupa branca, etc…

Leia o resto deste post »

Ervas de oxum.

Salve turminha das er­vas e do Amor à na­tu­reza.

Quero agradecer de muito coração as manifestações em relação ao nosso texto do mês passado, muitíssimo obrigado pela repercussão.

Todos nós temos, principalmente nós que escrevemos ou formamos opinião ao pú­blico, religioso ou não, a necessidade da opinião pública, sobre as questões co­locadas a partir de nosso ponto de vista. É pela diversidade que aprendemos, que cres­cemos e evoluímos.

Costumo dizer que nunca aprendi nada com quem somente concordou comigo.

O aprendizado é contínuo, e muitos acon­tecimentos em nossa vida estão liga­dos a essa força de aprendizado.

Nossas percepções vão melhorando a cada dia, e só não aprendem os que acham que já sa­bem tudo, ou os preguiçosos, que acre­ditam que tudo cai do céu ou que “seus gui­as” sempre estarão prontos e dis­poníveis quando convier a seus médiuns.

Leia o resto deste post »